VOCÊ ESTÁ PREPARADO PARA TER UM STAFFBULL?

Home / Blog

Images

Ter um cachorro é algo incrível e maravilhoso. Porém, um cachorro necessita de carinho, amor e atenção, mas também envolve custos financeiros. É um compromisso que requer paciência, dedicação e algumas mudanças na rotina da casa e na vida dos tutores. É importante que todos da casa estejam de acordo e preparados para essas mudanças. Quando o filhote chegar, ele não será o “cachorro do papai (mamãe, filhinho, etc)”, ele será o novo integrante da família e responsabilidade de todos.  Alguns pontos a se considerar: 

1. Convívio social:
Pontos positivos
Cães são animais sociais, criados geneticamente para viver em grupos e se proteger durante a noite.
É importante que o tutor sempre reserve algum tempo do seu dia para se dedicar plenamente ao cão. Brincadeiras, carinhos e cuidados só pra ele irão fazer com que ele sinta que também é parte da família e que também é aceito por esta família. Cachorros necessitam de passeios e caminhadas, portanto, é comum encontrarmos pessoas passeando com seus cães em parques e locais públicos. Um animal de estimação pode auxiliar positivamente o convívio social. Pessoas que têm e gostam de cachorros adoram conversar e fazer novas amizades. Além disso, é essencial achar uma coleira ou peitoral e guia para cachorro ideal.
Os passeios são imprescindíveis para a saúde física e mental do seu cão, um staffbull é muito enérgico, precisa gastar essa energia toda que tem e estreitar laços com seu tutor. É uma raça completamente apaixonada pelo seu humano, quer estar com ele o tempo todo e em todo lugar. Essa caminhada também desempenha um papel primordial na socialização do cão, cachorro que vive preso em casa acaba tendo medo de tudo e de todos e se tornando agressivo, pois não tem convívio com os outros, desconhece o mundo lá fora.

Pontos negativos
Muitas vezes é preciso abrir mão de uma festa ou daquele final de semana por causa do cachorro. É comum alguns donos optarem por permanecer em casa no sábado à noite para não deixar o cão triste e sozinho. Cachorro pode ficar sozinho por um determinado período, desde que não atrapalhe seu estilo de vida. Mas se você é daqueles que passam o dia inteirinho fora, chegam exaustos a noite, tomam um banho e vão dormir, desculpa amigo, ter um staffbull não é para você. O staff é carente e amoroso demais, totalmente dependente de seu humano e essa rotina ia acabar com ele psicologicamente e emocionalmente e, ele por sua vez, ia acabar destruindo sua casa por puro tédio, ansiedade e até mesmo depressão. O staff precisa de calor humano, precisa de carinho e atenção, tem uma enorme necessidade de aprovação de seus tutores e não podem JAMAIS levar esse estilo de vida. Agora, se a sua rotina for corrida, você passar o dia inteiro fora, chegar em casa exausto, mas mesmo assim fizer um carinho e conversar um pouco com seu staffzinho antes de dormir, mostrar que ele é amado e curtir muuuiiiitttoooo seu companheiro no final de semana, pode ser que dê certo desde que você consiga investir em uma creche para ele. O importante é validar o seu companheiro e investir em sua qualidade de vida.

2. Cuidados básicos

  • Banho
  • Escovação
  • Pulgas e carrapatos
  • Passeios
  • Exercícios
  • Temperatura
  • Comedouro e bebedouro
  • Alimentação
  • Banheirinho
  • Caminha
  • Vacinas e vermífugo
Para ler nosso post mais detalhado sobre os cuidados, clique aqui.

3. Custos financeiros

Gastos Fixos
  • Alimentação: Ração Super Premium ou Alimentação Natural adequada.
  • Medicamentos para pulgas e carrapatos. Esse gasto poderá ser fixo ou variável, dependerá do produto escolhido. Algumas marcas agem durante um mês, outras durante um período maior.
  • Medicamentos para vermes.
  • Vacinas
  • Produtos de higiene.

Gastos Variáveis
  • Consulta veterinária
  • Compra de brinquedos para cachorro
  • Petiscos
  • Acessórios
  • Possíveis problemas de saúde.
  • Possíveis estadias em hotéis ou creches                                                                                                                                                                                                                                                                                                4.Nunca se esqueça de:
  • Proteger seu cão do sol, da chuva e dos ventos fortes;
  • Instalar telas protetoras nas janelas no apartamento para evitar que o cão caia pela janela ou fuja para a rua;
  • Castrar para evitar doenças graves e aumentar expectativa e qualidade de vida;
  • Dar atenção e brincar pois eles também precisam de amor e carinho;
  • Criar uma rotina rica para seu cãozinho
  • Ficar atento em relação a possíveis mudanças de comportamento e sintomas de doenças;
  • Tenha paciência ao educar seu cão.
  • Não use violência, pois ele estará aprendendo da forma errada.
Concluindo
Após levar tudo isso em consideração, você deve parar, pensar e se perguntar:
  1. Todos estão de acordo?
  2. Temos espaço e disponibilidade no momento?
  3. Temos tempo e paciência para nos dedicar à educação do filhote?
  4. Temos tempo, disposição e condições financeiras para cuidar dele até o fim de sua vida?
  5. Temos espaço físico suficiente para inserir um staff em nossas vidas?
  6. Estamos preparados para receber a maior quantidade de amor jamais imaginada na vida????
Se todas as respostas foram sim, então, PARABÉNS você será um excelente tutor para um staffbull!!!